CONFIÁVEIS E EFICAZES HÁ 22 ANOS 

banner2menor2.jpg

Especialistas em Assessoria em Intercâmbios Profissionais , Estágios , Validação de Diplomas no exterior & Imigração desde 1998

Seus possíveis problemas que você TALVEZ tenha hoje e  NÓS temos a solução:
1- Não sabe onde há vagas que aceitam Brasileiros;
2- Não sabe onde estão as vagas que lhe aceitariam com pouco Inglês;
3- Quais empresas ajudam no visto e até mandam a passagem aérea;
4- Onde é possível ganhar os maiores salários.
5- Ter um Professor, Coach , Mentor para te conseguir uma contratação mais rápida.
6- Medo de tentar fazer tudo sozinho e perder tempo e muito dinheiro igual acontece com a grande maioria das pessoas que optam por isso e se ARREPENDEM DEMAIS  (o barato sai CARO na maioria das vezes).

 

Somos uma agência de Intercâmbios Profissionais  que tem 8.000 RESULTADOS comprovados aos clientes e cobramos uma taxa de assessoria muito baixa das pessoas interessadas em conseguirem um emprego sério,honesto, idôneo e bem remunerado no exterior, sendo 50% para iniciar o agenciamento e ***50% somente APÓS você receber R$ 100.000,00 em salários no exterior***

 

Se considerar Justa e Coerente nossa proposta, iremos fazer por você igual já conseguimos para 8.000 clientes nos últimos 22 anos.

 

VOCÊ JAMAIS TERÁ RESULTADO TÃO RÁPIDO SE TENTAR FAZER TUDO SOZINHO,ISSO É FATO!!
Então , somente me contrate se quiser ganhar tempo.

 

 

Pense nisso: é mais rápido e fácil conseguir um emprego no exterior do que passar em concurso público no Brasil e a mesma ,

ou BEM MAIOR , lucratividade para você
 

Ação social 1: faça uma doação de cobertores para moradores de rua em sua cidade e ganhe descontos conosco.

Ação social 2  : Nossa franquia é grátis para mães de crianças especiais.

Acreditamos que  o Amor é Contagioso. 

 

Quais são as vantagens de se trabalhar no setor onshore (em terra), ou offshore (no mar).



Bons salários – empresas onshore e offshore pagam salários elevados. Algumas até pagam em moeda estrangeira.
Mais dias de folga para os profissionais embarcados – geralmente o tempo entre ficar embarcado e em terra é dividido. Geralmente os funcionários ficam de folga quando estão em terra, quando soma esse tempo a maior parte passa mais da metade do ano de folga.

 

Carreira – as empresas geralmente oferecem boas progressões de carreira já que é favorável manter um empregado bem treinado do que ter que contratar novamente.

 

Oportunidades Internacionais – como muitas das empresas são internacionais há várias oportunidades para trabalhar em outros países que exploram petróleo tais como: Angola, Arábia Saudita, Nigéria, Estados Unidos, Kuwait, Emirados Árabes Unidos, Venezuela, México, Rússia, Noruega, China, Canadá e Reino Unido, e outras.

 

 

COMO É TRABALHAR EM UMA PLATAFORMA DE PETRÓLEO OFFSHORE

 

Aqui seu UBER é um HELICÓPTERO!!

 

Oil and gas - Civil missions - Airbus

 

Um trabalho em uma plataforma offshore exige que você viva e trabalhe na plataforma. Você normalmente chega à plataforma através de um passeio de helicóptero. Uma vez lá, você receberá seu equipamento de segurança e será colocado em funcionamento. Espere se submeter a um programa de treinamento detalhado assim que começar sua posição na plataforma. A segurança e os procedimentos adequados são essenciais para o bom funcionamento da plataforma, por isso é importante aprender essas habilidades completamente.

 

As plataformas offshore geralmente incluem locais de trabalho em grandes altitudes. Pessoas que têm medo de altura podem não ser adequadas para esse tipo de trabalho. Equipamentos de segurança, como um cinto, são essenciais para condições operacionais seguras.

 

As plataformas contêm alojamentos para os trabalhadores. Os alojamentos específicos variam de acordo com a plataforma, mas muitos são semelhantes às acomodações em hotéis. A vida útil da plataforma offshore é fornecida com alojamento e alimentação incluídos. Os funcionários recebem comida de graça enquanto estão na plataforma, com lanches nos intervalos, além de almoços e jantares. A comida geralmente é de alta qualidade, como forma de tornar a vida mais confortável na plataforma.

 

Como o trabalho acontece 24 horas por dia, as opções de alimentos também estão disponíveis 24 horas por dia. Isso permite que as pessoas que trabalham no turno da noite tenham acesso total às opções de refeições.

 

As comodidades variam de acordo com a plataforma, mas muitas das operações offshore incluem várias opções de entretenimento para os trabalhadores quando não estão de plantão. Isso pode incluir academia, sauna, TV via satélite, vídeos, console de jogos e acesso ao computador. Outros organizaram atividades, como noites de jogos. Essas atividades e comodidades proporcionam aos trabalhadores a sensação de estar em casa, mesmo quando não estão.

 

Outra vantagem da vida útil da plataforma de petróleo offshore é a falta de responsabilidades de limpeza. As plataformas normalmente empregam uma equipe de limpeza para cuidar dos alojamentos. Os trabalhadores chegam a lavar a roupa para eles. Esse privilégio dá aos trabalhadores a chance de relaxar quando terminam o turno do dia.

 

A maioria das plataformas offshore proíbe fumar e beber álcool. Ser capaz de passar pelo menos duas semanas sem esses hábitos facilitará bastante o trabalho.

 

Um dia de trabalho típico em uma plataforma de petróleo offshore envolve um turno de 12 horas com dois intervalos, além de um almoço. Os funcionários geralmente trabalham 12 horas e 12 horas para cobrir as operações de 24 horas. Você pode trabalhar uma combinação de turnos diurnos e noturnos, dependendo da programação.

 

Esses dias de 12 horas costumam durar duas semanas seguidas sem dias de folga. O trabalhador então obtém a mesma quantidade de tempo ou mais. Então, você trabalha longos dias sem folgas por duas semanas, mas depois recebe duas semanas inteiras de folga do trabalho. O número específico de semanas dentro e fora pode variar de acordo com a empresa ou a operação da plataforma de petróleo.

 

 

 

Profissões nas Plataformas de Petróleo e Gás Offshore

 

Administração

A Administração lida com todos os aspectos práticos para que a plataforma possa funcionar com eficiência e segurança. Isto envolve organizar o transporte de equipamentos, e preparação para emergências e atendimento de pessoal com problemas de saúde. O Gerente da Plataforma possui o cargo mais alto e a responsabilidade pela plataforma inteira.

Essas profissões cuidam da parte de gestão e da segurança dos equipamentos e pessoal da plataforma.

 

Gerente de Operações da Plataforma

O Gerente de Operações da Plataforma é responsável pela gestão de todo o equipamento e pessoal da plataforma. Sua cargo é semelhante a um capitão de navio já e que ele/ela é encarregado pela segurança, proteção, meio ambiente, operações, eficiência e bem estar da tripulação. Ele/ela deve possuir experiência e cursos em gerência e liderança para ser capacitado a gerenciar uma tripulação de até 200 pessoas.

 

Oficial de Proteção

Para garantir a segurança da tripulação o Oficial de Proteção tarefas de proteção e vigilância a bordo. Ele/ela realiza inspeções periódicas de proteção da plataforma, supervisiona a implantação do Plano de proteção, coordena a  manipulação da  carga e das provisões do navio, informa toda deficiência e descumprimento descobertos durante as inspeções e revisões periódicas, acrescenta a tomada de consciência da, notifica todos os atos que afetem à proteção e coordenar a implantação do Plano de proteção da plataforma.

 

Técnico de Segurança do Trabalho

Locais com obras, movimentação de cargas e outros riscos requerem a presença de um técnico de segurança do trabalho. Ele/ela é o profissional responsável pela prevenção de acidentes, promoção de saúde e preservação do meio ambiente. Além disso, ele é o responsável por auxiliar o empregador e trabalhadores a cumprir as normas de segurança, saúde e meio ambiente – nacionais e internacionais. No Brasil, é um profissional com formação de nível médio,1 regulado pela Lei nº 7.410, de 27 de novembro de 19852 .

 

Operador de Rádio

O Operador de Rádio é responsável por toda a comunicação externa e pela manutenção do equipamento rádio e telecomunicações. Ele/ela monitora e registra posições de navios e helicópteros que trafegam na área e acessam a plataforma. O operador de rádio ser cursado em operara cão de GMDSS. Também pode ser exigido a monitorar os sistemas de incêndio e de detecção de gás a bordo, ajudar no trabalho administrativo e fornecer a previsão do tempo.

 

Chefe de Almoxarifado

O Chefe do Almoxarifado é responsável por toda logística de materiais, controle de estoque e o bom funcionamento do Sistema de Gestão de Materiais. Ele/ela é responsável por preparar as requisições necessárias de peças e materiais com base nos limites mínimos estabelecidos, assim como manter registros precisos de peças e materiais utilizados, transferidos, perdidos ou recebidos.

 

Auxiliar de Almoxarifado

O Auxiliar de Almoxarifado é subordinado do Chefe do Almoxarifado e auxilia este nas operações diárias do controle de estoque de materiais.

 

Técnico de T.I.

O Técnico de Informática a bordo é responsável pelo funcionamento e manutenção dos computadores e softwares na plataforma. Este precisa de ampla experiência com suporte de hardware e software além de uma formação em informática, desenvolvimento de software ou ciência da computação.

 

Cozinheiro

O Cozinheiro é fundamental para plataforma já que ele/ela é o principal responsável pela alimentação de toda tripulação. A principal função do Cozinheiro é coordenar a cozinhar para que todas as refeições saiam no horário certo e que todos os residentes da plataformas estejam bem alimentados sem causar grande desperdício de comida. Logo, além de ser responsável pelas receitas e a qualidade da comida, também é responsável por gerenciar o estoque de alimentos para pedir reabastecimento do mesmo quando necessário. Experiência anterior como cozinheiro é necessária para este cargo, de preferencia em cozinha industrial.

 

Ajudante de Cozinha

Os Ajudantes de Cozinha são subordinados do cozinheiro e são responsáveis por auxilia-lo em todas as funções da cozinha. Estes cargos favorecem até pessoas sem experiência de cozinha já que alguns dos trabalhos são apenas de lavagem e limpeza.

 

Padeiro

Responsável por fazer pães e ajudar o cozinheiro. Necessita de experiência anterior como padeiro.

 

Nutricionista (eventual)

A comida a bordo tem que ser nutritiva e balanceada já que para muitos o trabalho envolve um grande desgaste físico. Por isso, várias empresas contratam Nutricionistas que vão eventualmente para a plataforma para checar a qualidade da comida sendo feita.

 

Comissário de Bordo

O Comissário de Bordo é o responsável pela administração, abastecimento e serviço de tripulantes e passageiros, a bordo de um navio. Sua principal função é manter um registro dos passageiros a bordo, alocar alojamento e ajudar na administração da tripulação. Também pode ser exigido a auxiliar o gerente com qualquer função administrativa. Uma formação em hotelaria ou experiência anterior podem ser exigidas.

 

Enfermeiro(a)

O enfermeiro é responsável pela organização dos cuidados de saúde preventivos, supervisão de saúde física e mental de pessoal, administração de tratamento de primeiros socorros, supervisão dos procedimentos de preparação de emergência médica, controle de padrão de higiene na plataforma, e registo de produtos químicos e substâncias médicas. Ele/ela deve estar de plantão 24/7, enquanto estiver embarcado. Se for necessária uma evacuação médica de uma pessoa, o enfermeiro é responsável por organizar este. Também deve controlar o estoque de suprimentos médicos e de enfermagem

 

Profissional de Educação Física (eventual)

Para ajudar o condicionamento físico e bem-estar dos funcionários os Profissionais de Educação Física vem a bordo eventualmente para auxilia-los em exercícios e condicionamento.

 

 

Manutenção


A equipe de manutenção é responsável pela manutenção e reparação das máquinas e equipamento de perfuração do a bordo. Todas as operações elétricas a bordo e auxilio com instalações de equipamentos são feitos ou supervisionados por este departamento.


O setor de Manutenção é responsável por manter todos os equipamentos da plataforma funcionando com o máximo de eficiência possível. Este setor também se responsabiliza por controlar o estoque de peças e sobressalentes a bordo para poder fazer reparos mais rápidos.


Engenheiro Chefe (Supervisor de Manutenção)
O Engenheiro Chefe é o principal responsável por todo funcionamento dos equipamentos da plataforma e recebe ordens do Gerente da Plataforma. Ele/ela é o responsável geral pela manutenção de equipamentos, sistemas técnicos e cumprimento das normas estabelecidas. Ele deve gerenciar a equipe para garantir o melhor funcionamento do equipamento a bordo. Ele/ela gerencia sua equipe para realizar manutenções e instalações mecânicas, elétricas e eletrônicas no motor da plataforma. É um dos cargos mais altos do plataforma já que o grau de responsabilidade é alto.


Supervisor de Máquinas
O Supervisor de máquinas tem a função muito semelhante a um Chefe de Maquinas de um navio. Ele/ela é subordinado do Engenheiro e pode ser formado em Engenharia também. O supervisor de maquinas é responsável pela equipe de maquinas do navio.


Oficial de Maquinas
O Oficial de Máquinas é o profissional da equipe de máquinas da plataforma. Este é subordinado do supervisor de maquinas. As funções dos oficiais de máquinas consistem em controlar e participar na manutenção dos sistemas elétricos, eletrônicos e mecânicos da plataforma. Isso inclui os sistemas de propulsão e de produção de energia, controle de combustível e de outros materiais, manutenção preventiva e reparação das máquinas e do equipamento, garantir a conformidade com as especificações e normas, detectar e resolver problemas e coordenar o trabalho do restante pessoal de máquinas.


Engenheiro
Além do Engenheiro Chefe uma plataforma pode ter outros engenheiros eventuais ou permanentes tipo Engenheiro Químico, Mecânico ou Elétrico de vários níveis (trainee, pleno, sênior, etc.) dependendo das demandas e da exigência da plataforma. As plataformas pré-sal, por exemplo, tem um nível maior de complexidade na operação, exigindo mais profissionais qualificados por mais horas.


Mecânicos
A função do mecânico é fazer a manutenção preventiva, reparação, instalação e modificação nas maquinas, motores e outros equipamentos mecânicos na plataforma. As funções de mecânico de bordo são bastante alargadas na área da manutenção. Assim, a bordo da embarcação, além da função de mecânico propriamente dita, exerce todas as funções relativas às profissões de torneiro, de serralheiro, de soldador e de canalizador. Os níveis da profissão de mecânico são:


Supervisor de Mecânica
Técnico de Mecânica (Mecânico)
Assistente de Mecânica


Eletricistas
Eletricistas são profissionais capacitados para trabalhar com instalação, reparação e manutenção de equipamentos elétricos e eletroeletrônicos a bordo. Esses são subordinados a equipe de máquinas. Em alguns casos o papel de eletricista pode ser feito por um Oficial ou Condutor de Máquinas. Mas esta também pode ser uma função para eletricistas experientes que nunca tiveram experiência embarcado. Os níveis da profissão de mecânico são:
Supervisor de Elétrica
Técnico de Elétrica (Eletricista)
Assistente de Elétrica

 


Pintor
O Pintor na plataforma deve ter experiência e qualificação com pintura industrial. Deve saber pintar com aplicação de tinta com rolo e trincha, além de fazer limpeza e tratamento de superfície, seguindo normas e procedimentos técnicos e de segurança para ambientes offshore. Normalmente também é exigido saber trabalhar em altura.


Soldador
O Soldador deve ter experiência em solda com estruturas metálicas. Deve ser habilitado a atuar em diversos segmentos industriais, sobretudo na indústria naval, com montagem de estruturas metálicas, executando operações de soldagem em estruturas de aço. Experiência em soldagem é necessária assim como qualificação e experiência em trabalhar em espaços confinados e em altura.


Mergulhador
Mergulhador offshore é uma das profissões mais perigosas do mundo, e também uma das mais bem pagas. Os mergulhadores fazem trabalhos de instalação, manutenção em reparo em grandes profundidades (300 metros). Para ser um mergulhador profissional precisa ter feitos os cursos básicos de mergulho e mergulho em grande profundidades. Além disso, é necessário fazer cursos específicos para construção submarina para aprender a manusear equipamentos específicos e trabalhar muito tempo em grande profundidades.